Intolerância Acadêmica

Notícia publicada no Jornal do Campus (USP), “Estudantes pró-palestina repudiam curso da FFLCH“, ilustra um problema crescente nas universidades do mundo todo: a intolerência acadêmica. Nos EUA, “pensadores dissidentes do pensamento de vanguarda” são peremptoriamente proibidos de fazer palestras julgadas “inapropriadas”, em sua maioria por estudantes. Este é um problema muito grave, que caracteriza a assim chamada infantilização das universidades, tema abordado recentemente pelo sociólogo Frank Furedi em seu livro “What’s Happened to the University? – A sociological exploration of its infantilisation“. Este livro do Professor Furedi (University of Kent) foi amplamente debatido na mídia, devido à importância do tema. Assista entrevista com o Prof. Furedi (em inglês).

Autor: Roberto G. S. Berlinck

Professor do Instituto de Química de São Carlos, USP